Quarta, 27 de Outubro de 2021
25°

Poucas nuvens

Nova Ipixuna - PA

Geral Pará

Trabalho de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais humaniza partos na Santa Casa

Técnicas aplicadas por esses profissionais ajudam a reduzir o desconforto na hora do parto e a cuidar de maneira correta dos recém-nascidos

13/10/2021 às 22h10
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Eloá nasceu as 09h23 desta quarta-feira (13), de parto normal, no Centro Obstétrico (CO) da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Estado do Pará (FSCMP), a maior maternidade pública do Norte do Brasil. No mesmo dia, Juliana Augusta Pinto, 19 anos, nervosa e cansada, também contava com o apoio da mãe, a doméstica Raimunda Claudia Barros, 45 anos, no momento pré-parto. “Mas eu sei que era muita gente ajudando”, contou Juliana, já deitada em um leito no Alojamento Conjunto (AC), enquanto amamentava seu bebê e mencionava o quanto o pai da criança, o estudante do ensino médio Wagner Felipe Nascimento, 18 anos, estava emocionado.

Fisioterapeuta Polyana Martins, uma das profissionais da equipe da Santa Casa do Pará
Fisioterapeuta Polyana Martins, uma das profissionais da equipe da Santa Casa do Pará - (Foto: Divulgação)

Referência em atendimento a gestantes, sobretudo quando a gravidez apresenta riscos, a equipe mobilizada para o trabalho de parto é multiprofissional. Entre os especialistas estão fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. Nesta quarta-feira, 13 de outubro, é o Dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional.

Juliana Pinto, por exemplo, sentia medo de sofrer com as dores antes e durante o nascimento do bebê. Algumas das estratégias adotadas são o controle da respiração e a técnica com a bola suíça, para a melhoria da mobilidade pélvica.

Juliana Augusta Pinto segura seu bebê, ao lado da mãe, Raimunda Claudia Barros
Juliana Augusta Pinto segura seu bebê, ao lado da mãe, Raimunda Claudia Barros - (Foto: Divulgação)

De acordo com a fisioterapeuta Polyana Martins, especialista em Fisioterapia Pélvica, esse atendimento representa benefícios significativos não só no parto, mas durante a gravidez e no puerpério. “Existe um trabalho global possível de conscientização do próprio corpo, que pode atuar em estímulos que fortalecem a musculatura, diminuem sensações dolorosas, aceleram cicatrização, atuam em funcionalidade. Isso diz respeito à mulher e à própria família, para entender a gestação e o pós-parto, tanto no parto normal, quanto na cesariana”, explicou a profissional.

Vínculos- Já os terapeutas ocupacionais participam da ambientação dos acompanhantes e do fortalecimento dos vínculos entre pais e recém-nascidos. A terapeuta Ingrid Galvão explicou que a ênfase na intervenção do terapeuta ocupacional é o desenvolvimento do recém-nascido, daí a importância da família no cuidado com os bebês prematuros.

"Eles ainda não estão preparados para a quantidade de estímulos existente no mundo, e para proteger esse desenvolvimento evitamos que o recém-nascido seja exposto a estímulos agressivos. Ao mesmo tempo, promovemos estímulos importantes ao seu desenvolvimento saudável. A família tem um papel importantíssimo na promoção desse desenvolvimento, por isso é tão importante trabalhar junto com os familiares, para que possam aprender como tocar no bebê, como cuidar dele, quais tipos de estímulos são importantes para que ele se desenvolva da maneira mais saudável possível, como o cheiro e a voz da mãe, assim como o toque do pai e dos familiares. Isso vai repercutir no desenvolvimento do bebê pelo resto da vida”, acrescentou.

Ingrid Galvão, terapeuta ocupacional, destaca a importância dos cuidados com os recém-nascidos para um desenvolvimento saudável
Ingrid Galvão, terapeuta ocupacional, destaca a importância dos cuidados com os recém-nascidos para um desenvolvimento saudável - (Foto: Divulgação)

Atuações– Na Santa Casa, atualmente estão em atividade 59 fisioterapeutas e 12 terapeutas ocupacionais, nos mais diversos serviços do Hospital.

A maternidade é só uma das possibilidades de atuação em uma instituição que dispõe de Unidades de Terapia Intensiva (UTIS), centros cirúrgicos, ambulatórios, unidades de reabilitação, polos de transplante de órgãos, tratamento de Covid-19 e centros de ensino e pesquisa. 

Nesta quarta-feira (13), em seu auditório, a Santa Casa promoveu o 1º Encontro de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, para o público interno e convidados. A programação incluiu palestras técnicas, debates e apresentações culturais.

Por Governo do Pará (SECOM)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Nova Ipixuna - PA Atualizado às 03h54 - Fonte: ClimaTempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 33°

Qui 34°C 21°C
Sex 34°C 21°C
Sáb 35°C 21°C
Dom 32°C 21°C
Seg 33°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias